COMO EVITAR ACIDENTES DE TRÂNSITO

Para efetuar parada de emergência por defeito mecânico, ao transitar à noite por rodovias regularmente sinalizadas, o condutor deverá:

  • Estacionar no acostamento;
  • Acionar as luzes de advertência;
  • Fixar o triângulo de segurança atrás do veículo;
  • Aguardar fora dele à chegada de socorro ou assistência mecânica..
  • Durante período de chuvas, quando a visibilidade diminui, o condutor deverá trafegar com velocidade reduzida e usar farol baixo.

    Olhar a paisagem, sintonizar o rádio, acender um cigarro ou usar aparelho celular, tirando a atenção do trânsito, são coisas que põem em risco a segurança do trânsito.

    Visando evitar acidentes, o motorista deve estar sempre atento para ver tudo o que se passa no trânsito, decidir o que fazer e agir corretamente.

    Desobediência à sinalização é considerada imprudência, bem como dirigir com sono ou sob o efeito de álcool ou drogas.

    Quando, por motivo de força maior, um veículo não puder ser removido da pista de rolamento ou acostamento, o condutor deverá colocar a sinalização (triângulo) a uma distância adequada e de uma forma que os demais condutores sejam prevenidos do fato.

    De acordo com as regras de direção defensiva o uso inadequado do farol alto em sentido contrário é responsável por grande número de acidentes.

    Em situações de congestionamento no trânsito, é prudente o motorista manter-se calmo e atento.

    Para evitar a colisão com o veículo que vai à frente o motorista deve manter distância de segurança.

    A falta de atenção do motorista pode lhe causar grandes problemas. Estar atento significa olhar e analisar o trânsito, observando os perigos que podem surgir à sua volta.

    A distância que o veículo percorre depois que o motorista pisa no freio até a parada total chama-se distância de frenagem, assim como a distância que o veículo percorre desde o momento que o motorista percebe o perigo até a parada total denomina-se distância de parada.